Insectshow 2018

STRATÉGIAS EFICIENTES PARA O CONTROLE DE PRAGAS DA CANA-DE-AÇÚCAR FORAM OS GRANDES DESTAQUES DO 14º INSECTSHOW

Evento, realizado em Ribeirão Preto/SP, reuniu especialistas e profissionais de usinas que compartilharam suas experiências bem-sucedidas no manejo integrado de pragas e doenças

O 14º INSECTSHOW – Seminário Sobre o Controle de Pragas da Cana, foi um prato cheio para os profissionais do setor canavieiro nacional, que acompanharam quase 14 horas de muito conteúdo, divididas entre intensos debates sobre o manejo de pragas e doenças em cana e lançamentos de novas tecnologias de manejo. O evento, realizado no Centro de Eventos do Ribeirão Shopping, localizado em Ribeirão Preto/SP, reuniu cerca de 650 pessoas, entre produtores de cana, profissionais de usinas, pesquisadores, consultores e executivos de empresas ligadas ao segmento. 

O combate ao Sphenophorus levis - conhecido como bicudo-da-cana – foi um dos destaques da programação. Essa praga é uma das mais perigosas e agressivas do setor canavieiro nacional. Há relatos de canaviais de segundo corte completamente arrasados, com índices de até 60% de perdas. 

Outra praga bastante debatida foi a broca-da-cana (Diatraea saccharalis), considerada por muitos como a mais importante do segmento. Embora possa ser encontrada em todo o território nacional, nos estados quentes - como São Paulo, Goiás e Minas Gerais - possuem altos índices de infestação desse inseto, com valores que variam até 10%, além do que seu controle tem sido negligenciado por muitos produtores. Anos muito secos são prenúncios de que poderá haver um boom nas infestações, por que a população nativa de inimigos naturais se reduz nestas anomalias climáticas. 

ESTRATÉGIAS EFICIENTES PARA O CONTROLE DE PRAGAS DA CANA-DE-AÇÚCAR FORAM OS GRANDES DESTAQUES DO 14º INSECTSHOW

A programação deste ano incluiu ainda alternativas voltadas ao controle dos nematoides e da cigarrinha-das-raízes utilizando controles químicos e biológicos. “Juntas, essas quatro pragas estão dizimando os canaviais por onde passam. São perigosos adversários da produtividade agrícola. Agem em silêncio durante as 24 horas do dia e se multiplicam em espantosa velocidade, a broca dos colmos por exemplo ,pode produzir até cinco gerações em apenas um ano, sendo que, quando nos damos conta, já tomaram parte da produção e comeram os lucros”, ressalta o Engº Dib Nunes Jr., diretor do Grupo IDEA e organizador do evento. Foram também apresentados três novos produtos químicos para controle da broca dos colmos e de nematoides além de resultados do controle biológico e modo de ação de três outros inimigos naturais, utilizados para o controle das seguintes pragas da cana: Migdolus, Sphenophorus, Nematoides e Cigarrinhas das raízes. Foi também apresentado o primeiro produto para combater a estria vermelha nos canaviais, com ótimos resultados na variedade RB86 7515. 

Em sua avaliação final todos os participantes com quem conversamos foram unânimes em afirmar que o INSECTSHOW 2018 foi novamente um grande sucesso de conteúdo para o setor. “Foram dois dias de muitos debates sobre as melhores formas de se manejar e combater as principais pragas e doenças da cana. Acredito que todos saíram daqui levando novidades, atualizações e reciclagem de conhecimentos para casa, completou o Engº Dib, teremos muito mais novidades no INOVACANA que se realizará em 4 e 5 de setembro.

 

Fonte: http://www.ideaonline.com.br/conteudo/estrategias-eficientes-para-o-controle-de-pragas-da-cana-de-acucar-serao-destaques-no-14-insectshow-.html

Pesquisar